Construindo Cidades Resilientes: minha cidade está se preparando! Boletim #16

Construindo Cidades Resilientes: minha cidade está se preparando!

Caros pontos focais, parceiros e colaboradores,

A partir do novo Marco de Sendai para a Redução do Risco de Desastres (2015-2030) acordado durante a III Conferência Mundial das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres realizada no Japão estamos agora revendo juntamente com as lideranças em RRD os próximos passos para a construção de cidades resilientes. A América Latina lidera este esforço com o Brasil em primeiro lugar com 343 municípios brasileiros trabalhando juntos.

O Programa Construindo Cidades Resilientes vai acompanhar as mudanças refletidas no novo Marco, Estas mudanças foram discutidas em reunião de trabalho realizada em parceria com a cidade de Campinas no último dia 23 de abril. 

Aproveitamos o momento de entusiasmo com o novo Marco para lançar a nossa página wiki sobre Escolas Resilientes, aberta a participação e contribuição de todos os interessados! Segue também abaixo informação sobre curso realizado em Curitiba, resultado de parceria entre UNISDR e o Estado do Paraná.

Destacamos, ainda, a oficina realizada na região do Vale do Rio Paranhana, Rio Grande do Sul, de preparação dos relatórios de auto-avaliação de governos locais (LGSAT) para o segundo ciclo do Programa e reunião da região metropolitana de Campinas sobre o contexto pós-Sendai.

Parabenizamos a cidade de Manaus pelo reconhecimento como Cidade do Mês (Maio 2015) do Programa Cidades Resilientes.

E destacamos o evento da próxima semana- a Semana Estadual de Defesa Civil de Santa Catarina, com início no próximo dia 18 de maio.

Boa leitura!

Cidades Resilientes no Pós-2015: o que vem por aí?

Durante a III Conferência Mundial das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres, um grupo composto por mais de 25 representantes de agências da ONU, setor privado, academia e Governos nacionais se reuniu no campus da Universidade de Tohoku na manhã do dia 15 de março, para debater os Novos Dez Passos Essenciais para a RRD. A reunião foi moderada por um representante da AECOM, empresa de tecnologia parceira da UNISDR, e contou com a presença da Secretária do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Dra. Patricia Iglecias, que compartilhou a experiência de São Paulo no fortalecimento da capacidade institucional para a resiliência (Passo Essencial #6).

Destaca-se também a Declaração de Governos Locais e Subnacionais intitulada "Assegurando Melhor Resiliência a Desastres no Ambiente Urbano" (disponível em inglês) que foi preparada pelas lideranças dos governos locais em Sendai.

Já de volta ao Brasil, o UNISDR organizou, em parceria com a Prefeitura de Campinas, reunião de trabalho no último dia 23 de abril (foto acima) com o objetivo de avaliar a atuação do Programa no Brasil (conquistas, resultados e desafios), analisar a proposta para os Novos 10 Passos Essenciais, dentro do Marco de Sendai para a Redução do Risco de Desastres (2015-2030) e acordar estratégias e encaminhamentos para a Campanha no Brasil a partir de 2015.

A reunião contou com a presença do Prefeito Jonas Donizete, de Campinas, da Sra. Regina Alvalá, Coordenadora do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais - CEMADEN, de representantes do Estado de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Minas Gerais, além de empresas privadas, pesquisadores, agentes e gestores de municípios da região e mais distantes, como Porto Alegre.

O encontro foi marcado por dinâmicas participativas e consultas a respeito dos novos 10 Passos Essenciais - em breve divulgaremos os resultados!

Faça parte da nossa wiki: Escola Resiliente é Escola Segura!

Após reunião realizada em fevereiro, sobre o tema "Escola Segura, Escola Resiliente", organizamos um espaço virtual para facilitar a troca de ideias e a colaboração de parceiros e interessados em geral. A ideia é reunir materiais, depoimentos, ideias e metodologias que se relacionem com os três eixos de uma Escola Resiliente, conforme promovido pela Iniciativa Global para Escolas Seguras da UNISDR (Worldwide Initiative for Safe Schools):

1. Infraestrutura Resiliente: Integrar a segurança na construção de novas escolas e na reforma daquelas que existem em condições de vulnerabilidade. Encorajar a atuação de atores públicos e privados na realização de avaliações e na criação de parâmetros e indicadores de resiliência relacionadas à infraestrutura e à localização dos estabelecimentos escolares;

2. Gestão Escolar para a resiliência: Atividades de preparação e mobilização de toda a comunidade escolar para situações de risco, inclusive por meio da realização de simulados de desocupação;

3. Educação para a Resiliência: Incluir temas e atividades de resiliência e redução do risco no currículo escolar junto aos alunos e fortalecer a formação de professores nos temas relacionados

A página virtual colaborativa - conhecida como wiki - já está acessível e traz materiais e informações de parceiros e colaboradores. Para acessá-la basta clicar aqui. Se quiser ser incluído na lista de colaboradores, envie uma mensagem para a gente solicitando a inclusão! No momento, iniciamos uma discussão sobre indicadores que poderiam sinalizar avanços em cada um dos eixos das Escolas Resilientes - participe da nossa discussão virtual!

Centro Global de Treinamento da UNISDR realiza curso no Paraná

participantes do curso em Curitiba

Baseado em Incheon, Coreia do Sul, o Instituto Global para Educação e Treinamento da UNISDR (UNISDR GETI, na sigla em inglês), tem como objetivo desenvolver capacidades profissionais para a Redução do Risco de Desastres (RRD) e para a Adaptação às Mudanças Climáticas com vistas a promover sociedades mais resilientes.

Durante a Conferência em Sendai, representantes da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Paraná manifestaram interesse na realização em Curitiba de um dos cursos promovidos pela UNISDR através deste Instituto para o benefício de técnicos, agentes, gestores e pesquisadores do campo da RRD - em especial aqueles que fazem parte da rede de instituições do CEPED-PR (Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres).

O curso, realizado de 27 a 29 de abril, foi coordenado por 4 profissionais da UNISDR (dois do escritório de Incheon (Sanjaya Bhatia e Armen Rostomyan) e dois do Brasil (David Stevens e Luara Lopes), contando com atividades dinâmicas e participativas. Fique atento aos nossos Boletins para futuras oportunidades!

Acontece nas Cidades: oficina para 2o Ciclo no vale do Paranhana e reunião na região de Campinas sobre Sendai

reunião no Vale do Paranhana

No último dia 30 de abril, na sede da Câmara de Vereadores do município de Caraá, teve lugar a III Sessão daOficina Regional Permanente de Proteção e Defesa Civil do vale do Paranhana, Região das Hortênsias e Alto Sinos, que trata da capacitação dos Coordenadores de Defesa Civil para evolução ao 2º Ciclo do Programa Cidades Resilientes. A capacitação foi realizada pelo Coordenador Municipal do Caraá – Antonio Augusto Borges – e , teve como participantes os Coordenadores de Defesa Civil dos município que compõem a Oficina.

Já a Câmara Temática de Defesa Civil da Região Metropolitana de Campinas, composta por 20 cidades, decidiu em reunião nas últimas semanas propor uma minuta metropolitana de regulamentação dos Sistemas Municipais de Proteção e Defesa Civil, considerando a adequação da Lei Federal 12.608 e pretende, principalmente, a adequação desta minuta ao novo Marco de Sendai e em especial aos 10 passos essenciais do Programa Construindo Cidades Resilientes.

Reunião da Câmara Temática de Defesa Civil da Região Metropolitana de Campinas

A Região Metropolitana de Campinas reúne 20 Municípios que debatem temas de interesse comum

Manaus reconhecida como Cidade do Mês

Parabéns Manaus pelo reconhecimento como Cidade do Mês (Maio 2015) pelo seu trabalho na construção de uma cidade resiliente. Para a cidade de Manaus sua participação no Programa é vista como uma oportunidade para reforçar o trabalho de reduzir os risco previstos e trocar experiências com as partes interessadas a nível nacional e internacional.

Maiores informações

Santa Catarina promove Marco de Sendai na Semana Estadual de Proteção e Defesa Civil

A Defesa Civil de Santa Catarina promove entre os dias 18 e 24 de maio, a Semana Estadual de Ações em Proteção e Defesa Civil. As atividades terão início com eventos em Florianópolis e se estendem por todo território catarinense, através dos coordenadores regionais.

Para participar, é necessário que seja feita a inscrição no site da SDC até a próxima quinta-feira, 17. O evento tem presença confirmada do Governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, o Ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi e dos Secretários Nacional de Proteção e Defesa Civil, Adriano Pereira e do Estado, Milton Hobus. Haverá, ainda, palestra do Prof. Alan Lavell, ganhador do último Prêmio Sasakawa, sobre o Marco de Sendai para a RRD e do Coordenador da UNISDR-CERRD, David Stevens enfocando a importância do novo Marco para oo Brasil.

 

 

 

Siga las noticias de la UNISDR en línea:

     

 

 

 

 

 

 

VI Plataforma Regional para la Reducción del Riesgo de Desastres (RRD) en las Américas
Visita el Sitio Web!

 

Estamos estrenando cuenta en Twitter @UNISDR_AMERICAS
Síguenos!



CONÉCTATE CON